Linkei Linkei
Você está no Blog

Publicações da seção Usabilidade

Referências: Usabilidade e Arquitetura de Informação de Websites de Governos Municipais

Usabilidade | 23/9/2013

A INTERNET: A Guerra dos Navegadores. Produção de Oxford Scientific Films. [S.l.]: Discovery Channel, 2008. 1 DVD (42), color.

AGNER, Luiz. Arquitetura de informação e governo eletrônico: diálogo cidadãos-Estado na World Wide Web. 2007. 353 f. Tese (Doutorado) - Curso de Design, Departamento de Artes, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2007.

AGNER, Luiz. Ergodesign e Arquitetura de Informação: Trabalhando Com o Usuário. 2. ed. Rio de Janeiro: Quartet, 2009.

AMARAL, Sueli Angelica; NASCIMENTO, José Antonio Machado do. Avaliação de Usabilidade na Internet. Brasília: Thesaurus, 2010.

BETIOL, Adriana Holtz. Ergonomia e Usabilidade: Conhecimentos, Métodos e...

e-Gov, IHC e AI: relação e importância

Usabilidade | 4/10/2011

Há mais de uma década, o Governo Brasileiro almeja uma tecnologia que melhore a qualidade dos serviços e dos processos, a participação dos cidadãos e, principalmente, crie um novo tipo de relacionamento com o público.

No Brasil, atualmente, segundo o Centro de Estudos sobre as Tecnologias da Informação e da Comunicação (CETIC.br), a internet é a principal forma de acesso ao governo eletrônico. Entretanto, a situação atual dos websites governamentais, apresentada por pesquisas e estudos, é preocupante. O Centro de Estudos em Tecnologia de Informação para Governo, da Fundação Getúlio Vargas (TecGov), e a Fundação do Desenvolvimento Administrativo (Fundap) evidenciaram a falta de qualidade...

Sobre o Blog

Usabilidade | 4/10/2011

Esse Blog é um repositório de textos (artigos, trabalhos e monografia) criados a partir das pesquisas e estudos realizados, principalmente, para a pós-graduação em Design Instrucional para Web na UNIFEI e Análise e Projetos de Sistemas na FATEC/SP, além de outros cursos e atividades.

Os textos, devido ao tamanho, geralmente são subdivididos, por isso, para entender determinado assunto navegue pelos textos recomendados.

Importância em projetar uma experiência de qualidade no uso da web

Usabilidade | 4/1/2011

No setor de comércio eletrônico, segundo Agner (2010), bilhões são perdidos por falta de investimento em projetar uma experiência bem sucedida no uso da web, ou seja, sucesso em concluir uma tarefa e facilidade em encontrar o que procura. São gastos milhões em publicidade para atrair o usuário ao site, e quando lá, o usuário não consegue achar o produto ou informação desejada ou o website ou página Web não fornece condições para o usuário concluir uma tarefa, gerando frustração ao usuário e prejuízo financeiro e prejuízo à imagem da empresa.

No setor bancário, segundo pesquisa feita em junho de 2010 pela Federação Brasileira de Bancos (2010) – Febraban, os investimentos em tecnologia no...

Referências do projeto de pesquisa

Usabilidade | 14/12/2010

Referências do projeto de pesquisa: usabilidade e arquitetura de informação em websites de governos municipais

AGNER, Luiz. Arquitetura de informação e governo eletrônico: diálogo cidadãos-Estado na World Wide Web. 2007. 353 f. Tese (Doutorado) - Curso de Design, Departamento de Artes, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2007.

AGNER, Luiz. Sites do governo têm muito a melhorar nas interfaces. Disponível em: . Acesso em: 08 dez. 2010.

AGNER, Luiz. Governo eletrônico e transparência do Estado. Disponível em: . Acesso em: 08 dez. 2010.

CHAHIN, Ali; CUNHA, Maria Alexandre; KNIGHT, Peter; PINTO, Solon Lemos. E-gov.br: a próxima revolução...

Acessibilidade web para pessoas com deficiência visual

Usabilidade | 23/2/2010

Publicação da pós-graduação Design Instrucional para Web

O que é acessibilidade?

A acessibilidade para a Ong Acessibilidade Brasil (2008) representa o direito de ingresso a rede de informações e o direito de eliminação das barreiras ao seu acesso. Já a legislação brasileira, decreto Nº 5296 de 2004, define a acessibilidade como condição para utilização, com segurança e autonomia, total ou assistida, dos dispositivos, sistemas e meios de comunicação e informação, por pessoa com deficiência ou com mobilidade reduzida.

Na web, a World Wide Web Consortium - W3C (2008), organização internacional responsável por definir os padrões Web, define a acessibilidade como condição onde pessoas com...

Testes de usabilidade: método cientifico

Usabilidade | 20/2/2010

Publicação da pós-graduação Design Instrucional para Web

Testes de usabilidade são realizados em um ambiente monitorado com um profissional facilitador e servem para identificar problemas já existentes ou potenciais problemas de usabilidade e também para verificar a facilidade de uso de um Website.

Os testes podem ser caros e complexos ou simples e baratos. Nesse artigo será apresentada a metodologia escrita por Kátia Gomes Ferreira para realizar testes de usabilidade com validade científica e com exemplos práticos, um dos pouco sobre o tema em língua português.

Teste de usabilidade segundo a Norma ISSO 9241

Usabilidade | 20/2/2010

Publicação da pós-graduação Design Instrucional para Web

Ferreira e Drumond (2002) afirmam que na avaliação de usabilidade de sistemas interativos o padrão mais comum é a norma ISO 9241.

A norma ISO 9241 fornece orientações para avalia a usabilidade. Sendo a usabilidade definida como “medida na qual um produto pode ser usado por usuários específicos para alcançar objetivos específicos com eficiência, eficácia e satisfação em um contexto específico de uso”.

Como a norma ISO 9241 é um texto técnico, uma apresentação em Flash foi elaborada para explicar seus principais pontos. Veja a Norma NBR 9241-11 completa lofo abaixo da apresentação.

Norma Técnica NBR 9241-11

Teste de usabilidade na prática

Usabilidade | 20/2/2010

Publicação da pós-graduação Design Instrucional para Web

O Jornal Olhar Digital, referência em conteúdo de tecnologia, produziu um vídeo explicando e fazendo um teste de usabilidade no próprio site deles. O vídeo é muito bacana, essencial para compreensão da importância dos testes de usabilidade.

O vídeo está disponibilizado no YouTube:

Teste de usabilidade Segundo Steve Krug

Usabilidade | 20/2/2010

Publicação da pós-graduação Design Instrucional para Web

Testes de usabilidade são usados para descobrir se um Website funciona de acordo com os objetivos propostos e se é fácil de usar-lo. Geralmente, em um teste de usabilidade, mostra-se um Website a um usuário e solicita-se que execute uma tarefa.  A observação do usuário tentando usar um site leva a descobrir dificuldades na execução da tarefa.

Um teste de usabilidade é aparentemente simples, porém, quando executado em tempo e freqüência inadequada custam caros e tornam-se muito complexo e grandioso, gerando mudanças em todo um projeto. Steve Krug (2006) afirma que quando um teste de usabilidade é executado no inicio e com...

Frustração do usuário

Usabilidade | 19/2/2010

Publicação da pós-graduação Design Instrucional para Web

Jackob Nielsen (2007, p. 131) afirma que ”três quartos dos problemas de usabilidade que as pessoas encontram têm a ver com objetivos básico do usuário: localizar, ler e entender as informações”.  Sendo, encontrar a página desejada, localizar informações, compreender nomes de links, de categorias e a estrutura de navegação os maiores dos problemas. Jackob Nielsen (2007) ainda constatou que páginas com interfaces ruins, informações confusas, de baixa credibilidade ou sem respostas para as ações dos usuários causam dificuldades e problemas que irritam e atrasam os usuários, causando frustrações.

Portanto, segundo Adolpho (2005),...

Problemas de usabilidade

Usabilidade | 19/2/2010

Publicação da pós-graduação Design Instrucional para Web

É comum as pessoas falharem na utilização de um Website, difícil é calcular as conseqüências dessas falhas. Para Preece (2005) um erro ou uma falha pode ser bastante drástico, obrigando o usuário a abandonar o Website causando-lhe frustração, a ponto de não voltar mais a utilizá-lo.

Segundo Preece (2005), os usuários comentem erros quando o Website ou sistema não faz o esperado ou não fornecem informações suficientes para o usuário realizar determinada tarefa. Para Normam (2006), a maioria dos erros ocorre quando objetos com funções diferentes estão próximos uns dos outros, botão excluir perto do de atualizar, ou quando as...